Câmara discute turismo náutico e transporte hidroviário

A Câmara Municipal de Porto Alegre realizou sua Sessão Plenária a bordo dos barcos Catamarã e Cisne Branco, nesta quinta-feira, 12 de abril. Para discutir sobre o transporte hidroviário e o turismo náutico, autoridades da área apresentaram aos vereadores suas demandas e reclamaram das dificuldades para navegar pelo Lago Guaíba.

O Vereador João Carlos Nedel, Presidente da Frente Parlamentar do Turismo (FRENTUR), acompanha os assuntos da Associação do Turismo Náutico do Rio Grande do Sul (ATUN/RS) há muito tempo e explicou que os maiores entraves para o uso do Guaíba são o desassoreamento e a falta de balneabilidade. “Existem inúmeras possibilidades para aproveitarmos melhor o Guaíba. Mas, primeiro, precisamos melhorar suas condições de navegação e de banho através da parceria entre a iniciativa privada e o Poder Público”.

Nedel expôs os projetos que a Frentur está articulando na área náutica: colocação de trapiche nas ilhas da Casa da Pólvora e do Presídio; contato com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento (SEMA) para autorizar o desassoreamento e a mineração da areia do Guaíba; incentivo aos esportes e ao turismo náutico e apoio aos projetos de revitalização da Orla Moacyr Scliar e do Cais Mauá.

“Estamos trabalhando para valorizar o Guaíba. Ele é muito importante para o fomento do Turismo, o desenvolvimento econômico de Porto Alegre, além de ser uma ótima opção para o transporte”, justificou.

Anúncios

Retomadas as obras na Trincheira da Anita

As obras na passagem de nível Dom Claudio Kolling, conhecida como Trincheira da Anita, foram retomadas nesta sexta-feira, 13 de abril, com previsão para serem entregues em seis meses. Na primeira etapa, as intervenções serão realizadas entre a Avenida Carlos Gomes e a Rua Alameda Raimundo Corrêa e iniciarão com o alargamento da Rua Anita Garibaldi. Esta é a segunda obra da Copa a recomeçar os trabalhos, sendo a primeira a Trincheira da Avenida Ceará, em 23 de março.

De acordo com os dados da Prefeitura, 90% do projeto está concluído e a intenção é manter a circulação de veículos no local. O Vereador João Carlos Nedel representou a Câmara de Vereadores no ato de reinício das obras e destacou os benefícios da conclusão do trecho para Porto Alegre. “A liberação do local irá destravar o trânsito na Avenida Carlos Gomes e na Rua Anita Garibaldi. Porto Alegre não é uma Cidade planejada e, por isso, precisa de obras estruturais para melhorar a mobilidade urbana. Aos poucos, iremos desafogar o tráfego e facilitar o deslocamento dos porto-alegrenses”, explicou.

A retomada e a consequente finalização das obras da passagem de nível Dom Claudio Kolling, foi possível graças ao financiamento do Banrisul, na ordem de R$ 120 milhões.

Encerradas as inscrições para o II Caminho de Porto Alegre

Mais de 550 peregrinos, oriundos de 30 cidades diferentes, irão caminhar pela Capital Gaúcha no dia 22 de abril, no II Caminho de Porto Alegre. A caminhada sairá da Catedral Metropolitana, a partir das 07 horas, e passará por vários pontos turísticos, culturais e religiosos da Cidade, durante os 21 km do trajeto.

Do total de inscritos, os 300 primeiros receberão o Kit do peregrino com camiseta, credencial, certificado, barra de cereal e água. Em menos de 48 horas, após a abertura das inscrições, os kits já estavam esgotados.

O Vereador João Carlos Nedel, Presidente da Frente Parlamentar do Turismo (FRENTUR), expôs que o número de inscritos demonstra o interesse dos gaúchos pelo turismo. “Os peregrinos virão de outras localidades para ter uma experiência diferente com Porto Alegre. Nosso objetivo é que as pessoas conheçam e interajam com a Cidade, através de uma caminhada contemplativa. Enquanto caminham e fazem suas reflexões pessoais, os peregrinos se sentirão parte de Porto Alegre”, explica.

São esperados peregrinos de Passo Fundo, Caxias do Sul, Imbé, Tramandaí, Campo Bom, Erebaldo, Alto Feliz, além de outros municípios do litoral e das regiões metropolitana e nordeste do Estado. O II Caminho de Porto Alegre é organizado pela Associação dos Amigos de Santiago de Compostela do Rio Grande do Sul (ACASARGS) com o apoio da Frente Parlamentar do Turismo da Câmara Municipal (FRENTUR) e do Departamento de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE). Shopping Total, Hart’s Natural, Click Impresso, Center Shop e Vida Leve patrocinam o evento.

Médicos que denominam ruas em Porto Alegre

Os médicos e irmãos Genaro e Nicolau Laitano apresentaram o livro Ruas de Porto Alegre: Médicos Homenageados com Seus Nomes, na Câmara Municipal. A obra surgiu de um grande trabalho de pesquisa realizado pelos autores e contempla um pedaço da história de Porto Alegre. Das mais de 160 ruas citadas, três foram indicadas pelo Vereador João Carlos Nedel: Edgar Diefenthaeler, José Barcelos Garcia e Salvador Celia.

A obra apresenta as ruas e discorre sobre a vida dos profissionais que denominam a Cidade. Dr. Genato Laitano, contou que as pesquisas foram realizadas em livros, na biblioteca da Câmara e em projetos de lei. “Na verdade, esse livro foi escrito pelos vereadores que indicaram o nome das ruas”, expôs.

O Vereador Nedel afirmou que os exemplares são uma grande fonte de informação e que mostram a relação que o nome de vias tem com a Cidade. “Todos esses médicos, dos mais aos menos conhecidos, prestaram serviços à Porto Alegre e, por isso, foram homenageados. Todo mundo conhece a Protásio Alves, a Dr. Flores, a Jacinto Gomes, mas poucos sabem quem foram esses homens”.

Exemplares do Ruas de Porto Alegre: Médicos Homenageados com Seus Nomes estão disponíveis na Biblioteca da Câmara e no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM).

Estiveram presentes no evento, o Diretor do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS), Dr. Germano Bonow, o Dr. Carlos Frederico Matzencacher, representando a Diretoria da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), o Presidente de Honra do UNICRED, Dr. Osvaldo Carlos dos Santos, e o Dr. João Altmayer Gonçalves, como representante do Conselho de Administração do UNICRED.

Atracadouro do Gasômetro é liberado para passeios

No aniversário de 246 anos de Porto Alegre foi inaugurado o atracadouro da Usina do Gasômetro, construído com a revitalização da Orla. Nele irão atracar os barcos de turismo Cisne Branco, Porto Alegre 10 e Noiva do Caí. Durante a cerimônia realizada no dia 26 de março, várias autoridades citaram o trabalho da Frente Parlamentar do Turismo da Câmara Municipal (FRENTUR), através do seu Presidente, o Vereador João Carlos Nedel, pelo desenvolvimento do Turismo Náutico na Cidade.

O presidente da Associação do Turismo Náutico do Rio Grande do Sul (Atun), Vilian Velloso de Oliveira, saudou Nedel por sempre estar ao lado da Entidade, apoiando e ajudando nas demandas náuticas. Vilian ressaltou o entusiasmo dos donos de barcos, pois o novo ancoradouro “dará mais segurança e qualidade para os porto-alegrenses e turistas, que realizarem os passeios”. Já o Prefeito Nelson Marchezan afirmou que o Vereador Nedel batalhou, muito, para que o atracadouro fosse liberado mais rápido e destacou que este é o primeiro ancoradouro público de Porto Alegre.

Nedel, que articulou por meses a liberação do local, ressaltou que um dos focos da Frentur é fomentar o Turismo Náutico e aproveitar todo o potencial e a beleza do Lago Guaíba. “Nossa Orla é linda, mas pouco aproveitada. Temos diversas ilhas com grande potencial turístico, mas ainda não há estrutura para a realização de passeios. Com o atracadouro no Gasômetro, a Orla voltará a ser ponto de referência para os barcos. No entanto, Porto Alegre precisa de mais ancoradouros para ligar lugares e dar mais opções de rotas de passeios”.

Segundo os dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), o Turismo Náutico atinge, atualmente, 180 mil pessoas e produz um movimento financeiro de R$ 3 milhões anuais.

Abertas as inscrições para o II Caminho de Porto Alegre

Estão abertas as inscrições para o II Caminho de Porto Alegre que acontecerá no dia 22 de abril, com início às 07 horas na Catedral Metropolitana, e é organizado pela Associação dos Amigos de Santiago de Compostela do Rio Grande do Sul (ACASARGS) com o apoio da Frente Parlamentar do Turismo da Câmara Municipal (FRENTUR) e do Departamento de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE).

Foto: Joel Vargas / PMPA

O Vereador João Carlos Nedel, Presidente da Frente Parlamentar do Turismo (FRENTUR), explica que a caminhada passa por vários pontos turísticos, culturais e religiosos da Cidade. “O trajeto possui 21 km e vamos passar pela Orla do Gasômetro, Museu Iberê Camargo e Praia de Ipanema. Nossa expectativa é chegar a 500 peregrinos. Queremos que o Caminho de Porto Alegre entre para o calendário de eventos da Cidade e que turistas venham para participar da caminhada”.

Foto: Joel Vargas / PMPA

Segundo a Presidente da Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela do Rio Grande do Sul (ACASARGS), Adriana Reis, a caminhada é inspirada no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Os peregrinos podem carimbar a credencial de Compostela no Caminho de Porto Alegre. “Desde a primeira edição, a Catedral, a Igreja das Dores, além dos santuários de Schoenstatt e de Santa Rita de Cássia, têm a chancela da Catedral de Santiago para carimbar as credenciais espanholas”, esclarece Adriana.

Durante a cerimônia de abertura, o Prefeito Nelson Marchezan parabenizou o Vereador Nedel pela lealdade e compromisso com a Cidade e o elogiou pela realização do Caminho. Já José Fogaça, salientou a relação que Porto Alegre tem com Nossa Senhora, citando as procissões que ocorrem em várias paróquias. “Porto Alegre é uma Cidade profundamente comprometida com a devoção religiosa”.

As inscrições para o II Caminho de Porto Alegre são gratuitas e podem ser feitas pelo site https://acasargs.com.br/evento/2-caminho-de-porto-alegre/. Haverá pontos de apoio e acompanhamento médico ao longo de todo o percurso.

Trincheira Ceará deverá ser concluída até outubro

As obras da Trincheira da Ceará foram retomadas nesta sexta-feira, 23 de março, com prazos máximos de um mês e meio para a liberação da Avenida Farrapos, em direção a Avenida Zaida Jaros, e oito meses para a conclusão do local. O anúncio foi dado pelo Prefeito Nelson Marchezan, que garantiu que não haverá desculpas para o atraso da entrega, pois recursos humanos e financeiros não irão faltar.

As obras estavam paradas desde o final de 2016 e foram retomadas porque a Prefeitura conseguiu quitar os débitos com a construtora responsável pela intervenção, graças ao primeiro repasse do empréstimo com o Banrisul. O Vereador João Carlos Nedel, que acompanhou todo o processo do financiamento, disse que era necessário começar pela Trincheira da Ceará. “Essa era uma das maiores reivindicações da população, porque a obra estava causando muito congestionamento e prejudicando o acesso à Porto Alegre. Essa via é muito importante para a mobilidade da Cidade”. No local, deverão passar cerca de 75 mil carros por dia.