Frentur cria Comissão para o Cais Mauá

A Frente Parlamentar do Turismo (Frentur) da Câmara Municipal de Porto Alegre, através do seu Presidente, o Vereador João Carlos Nedel, criou uma Comissão Especial para acompanhar a implementação e as obras de revitalização do Cais Mauá. O objetivo é estimular o início das intervenções e buscar acelerar o processo de revitalização do Cais, que é um importante ponto turístico de Porto Alegre. O Vereador Ricardo Gomes será o Presidente da Comissão, que contará com a participação de mais três vereadores.

Anúncios

Frentur lança a primeira Fest@Italia de Porto Alegre

Música, artesanato, artes, comidas típicas e toda a alegria dos italianos estarão presentes na 1a edição da Fest@Italia de Porto Alegre, que será realizada no terceiro final de semana de dezembro. Organizada pela Frente Parlamentar do Turismo (Frentur) da Câmara Municipal, pela Prefeitura Municipal e pelo Consulado Italiano, o evento tem o apoio da Sociedade Italiana, do Centro Calabrese, do Circolo Trentino, da Associação Abruzzesa do Rio Grande do Sul e do Comitê dos Italianos no Exterior do Rio Grande do Sul (COMITES/RS).

O Presidente da Frentur, Vereador João Carlos Nedel, disse que o evento surgiu para incentivar a realização de festas temáticas na Cidade. “O Rio Grande do Sul possui muitos imigrantes italianos e não há nenhum evento, na Cidade, que abarque a cultura italiana, desde o fim da Festa das Nações. Por isso queremos trazer um pouco da Itália para Porto Alegre”.  O cônsul Italiano, Nicola Occhipinti, está confiante e afirma que a expectativa é que 100 mil pessoas participem da Fest@Itália.

Vem aí o 2º Caminho de Porto Alegre

A 2a edição do Caminho de Porto Alegre será no dia 22 de abril de 2018. A data foi confirmada na reunião entre a Frente Parlamentar do Turismo da Câmara Municipal (FRENTUR), a Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela do Rio Grande do Sul (ACASARGS) e o Diretor de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Roberto Snel. O trajeto será o mesmo do 1o percurso, realizado em 03 de setembro, cuja saída foi na Catedral Metropolitana de Porto Alegre e a chegada, após cerca de 21km, no Santuário de Santa Rita de Cássia, no Bairro Guarujá.

O certificado de conclusão do Caminho de Porto Alegre continuará sendo validado na Espanha, para quem desejar utilizar os quilômetros realizados na Capital gaúcha, para completar o Caminho de Santiago de Compostela. Mais de 300 pessoas participaram da 1a edição e a estimativa dos organizadores é de que o número dobre na próxima caminhada, com a vinda de peregrinos do interior do Estado.

Turismo Náutico depende do desassoreamento do Guaíba

O presidente da Frente Parlamentar do Turismo (Frentur), Vereador João Carlos Nedel, reuniu-se com o Ministério Público para falar sobre o desassoreamento do Lago Guaíba. A intenção é incentivar o turismo náutico de Porto Alegre, através da retirada da areia em alguns trechos dos 85 km que ligam o centro de Porto Alegre à divisa com a Lagoa dos Patos, para criar novas rotas e possibilitar que os barcos atraquem em mais pontos do trajeto.

De acordo com Nedel, esta é uma demanda antiga da Associação do Turismo Náutico do Rio Grande do Sul (Atun RS), que há anos luta para que as embarcações tenham mais rotas de navegação e mais pontos de parada. “Hoje nós temos seis barcos de turismo. O que é pouco, se pensarmos no potencial que o Guaíba tem. Imaginem quantas rotas turísticas poderiam ser criadas até as ilhas… Mas isso só será possível se o lago tiver mais condições de navegação ”.

Atualmente, das três paradas existentes na Cidade, apenas uma está funcionando, a do Cais Mauá. O píer de Ipanema foi destruído e o embarcadouro do Gasômetro, interditado desde 2015 pelas obras de revitalização da Orla, será liberado em dezembro, após pedido feito pelo Vereador Nedel ao Prefeito Marchezan. O restante daquele trecho da Orla só será entregue em fevereiro de 2018. Com a reabertura do ancoradouro, os barcos voltarão a funcionar normalmente, já que a maioria estava parada, por não conseguir atracar no Cais ou pela falta de visibilidade do local, que diminuiu o número de passageiros.

O MP informou que um estudo de zoneamento está sendo feito pela Secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA) para que a área de mineração possa ser liberada, novamente, para a extração da areia. Sem o estudo, a mineração continua sendo proibida. O Vereador Nedel disse que irá acompanhar o andamento da análise, para que seja viabilizada, o quanto antes, a retirada da areia e o consequente desassoreamento do Guaíba.

Vereador Nedel homenageado no Festuris Gramado

O Vereador João Carlos Nedel, Presidente da Frente Parlamentar do Turismo (Frentur), foi homenageado com o título de Amigo dos Hoteleiros do Rio Grande do Sul, pela Associação Brasileira da Indústria de Hoteis do Estado (ABIH RS) e pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos do Rio Grande do Sul (ABEOC RS), durante a Festuris Gramado, no dia 10 de novembro.

O prêmio, entregue desde 2002, destaca e homenageia as pessoas, que, com suas ações e projetos, contribuíram para modificar a realidade e o futuro da hotelaria gaúcha. Nedel foi premiado pelo trabalho desenvolvido na Frentur e, em especial, pelo incentivo ao turismo receptivo em Porto Alegre.

Também foram agraciados com o título de Amigo dos Hoteleiros o Secretário Estadual da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SEDACTEL), Victor Hugo, e o Deputado Estadual Frederico Antunes, do PP. Na categoria Protagonistas, os homenageados foram a jornalista Marta Sfredo e o ex-prefeito de Gramado, Pedro Henrique Bertolucci.

Liberado embarcadouro na Orla do Guaíba

A pedido do presidente da Frente Parlamentar do Turismo (Frentur), o Vereador João Carlos Nedel, o Prefeito Nelson Marchezan Junior anunciou, ontem, que o Embarcadouro da Orla do Guaíba será liberado, em dezembro, para que os barcos de turismo voltem a oferecer passeios naúticos na Capital. O trecho faz parte da 1a etapa de revitalização que tem previsão de entrega para fevereiro de 2018.

Nedel explicou que, desde o início das obras, em 2015, a maior parte dos barcos está sem trabalhar, por não ter lugar para ancorar, pois a única opção era utilizar o Cais do Porto, e os que continuaram operando tiveram uma grande diminuição no número de passageiros. “Tentamos adiantar a liberação porque é no verão que Porto Alegre possui mais turistas e os passeios pelo Guaíba são muito procurados pelos visitantes. E não só por eles, mas pelos próprios porto-alegrenses que querem poder aproveitar mais a Cidade. Além disso, no Réveillon, as embarcações costumam realizar viagens noturnas e são uma opção para quem for passar a data na Cidade”, esclareceu o Vereador.

No embarcadouro, serão colocadas cercas para não prejudicar as partes que ainda estão em obras. De acordo com Nedel, essas definições estão sendo acordadas entre a Prefeitura Municipal e o Associação do Turismo Náutico do Rio Grande do Sul (Atun-RS).

O desenvolvimento de Porto Alegre é tema de reunião com o MP

O vereador João Carlos Nedel se reuniu com representantes do Ministério Público para buscar orientação sobre os caminhos e modos possíveis de resolver alguns problemas sérios de Porto Alegre. Recebido pela Procuradora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos, da Saúde e da Proteção Social, Angela Salton Rotunno, e pelo Promotor de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, Daniel Martini, Nedel expôs suas preocupações e demandas para o desenvolvimento da Cidade:

População em situação de rua

Porto Alegre tinha, em 2016, aproximadamente, 2100 pessoas em situação de rua, na sua maioria, homens (85,5%), com mais de 35 anos (61,4%), ensino fundamental incompleto (37,4%) e com problemas alcoólicos, químicos ou familiares, que os motivaram a irem para a rua, segundo pesquisa realizada pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC). O estudo apontou, ainda, que a população de rua aumentou 57% em comparação com 2011, quando eram 1347 moradores. Entretanto, a FASC não tem condições de dar assistência a todas essas pessoas, pois são oferecidas cerca de 400 vagas, apenas, em albergues e casas de apoio.

Esses números demonstram a necessidade de aumentar os serviços e devolver dignidade a essas pessoas, pois, segundo o Vereador, é imprescindível resolver esta questão. “Viver na rua é ter de sair à cata de alimentos, no lixo ou dependendo de caridade, é dormir em locais inóspitos, sujeito a intempéries e à maldade alheia, sem espaço para fazer a higiene pessoal nem buscar melhorar de vida. Em resumo, viver na rua é uma violência contra a dignidade humana”. O MP informou quais os procedimentos legais para enfrentar a situação, colocando-se à disposição e afirmando que as iniciativas por parte do poder público são responsabilidade do Executivo.

Desassoreamento do Guaíba

Nedel expôs que o Guaíba está assoreado além da média normal, prejudicando a navegação. “Nós precisamos aproveitar, melhor, o potencial do Guaíba como uma via de transporte náutico, incentivando a sua utilização e aumentando as rotas”. Sobre o assunto, o Ministério Público não tem, atualmente, nenhuma restrição. Quanto à extração da areia por mineração, informou que um estudo de zoneamento está sendo feito pela Secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA) para que a área possa ser liberada novamente, para a mineração da areia.

Duplicação da Avenida AJ Renner

O alargamento desta importante Avenida foi o último tema apresentado pelo Vereador, que salientou que a duplicação é necessária para desafogar o trânsito na saída de Porto Alegre, pela BR 116, e nos dias de jogo na Arena do Grêmio. A obra faz parte do rol de contrapartidas da OAS, pela construção da Arena e o MP está analisando a viabilidade da duplicação. “A AJ Renner é uma rota alternativa para a cidade de Canoas que, se for aumentada, será uma ótima opção para as pessoas que vem ou voltam para Canoas”.